Top 10 de 2012 por Cláudia Filipe

Top 10 de 2012 por Cláudia Filipe

Numa breve nota pessoal, não posso deixar de, antes de apresentar o meu top, explicar quão difícil foi conseguir elaborar um top com o qual me sentisse minimamente confortável.

2012 foi um ano que passou particularmente depressa, mas deixou uma enorme quantidade de coisas com qualidade: recebemos inúmeros concertos, ouvimos excelentes discos (e agora que me apercebo, estou a deixar os meus dois preferidos de fora: GY!BE e Converge), vimos nascer projectos de enorme qualidade. Estou consciente que vou submeter as minhas escolhas e provavelmente arrepender-me no minuto a seguir por ter deixado concerto ou álbum X ou Y de fora. E filmes! Nem sequer consegui contemplar a sétima arte, e logo num ano em que houve The Dark Knight Rises e o Hobbit. Mas vamos então a isto.

Refused

#10 Refused no Alive
Sabem aquelas coisas que achamos que nunca vão acontecer na vida e depois acontecem? Ver Refused ao vivo. Não sei quantos anos depois de terem acabado e entretanto já acabaram outra vez. Foi um bom concerto, mas só o facto de estarem ali, a 2 metros de mim, não tem descrição. Foi lindo. E quase que me sinto mal por terem sido “chutados” para o último lugar deste top.

Mastodon

Foto por Cláudia Andrade

#9 Mastodon no Coliseu de Lisboa
Melhor forma de começar o ano, com um intenso concerto de Mastodon para nos mostrarem aquele que foi um dos discos do ano passado. Que maravilhosa aparição. Lembro-me de ter começado a ver este concerto sentada, mas aos primeiros acordes da Circle of Birchmen, que foi logo das primeiras, já estava no meio do molho como se não houvesse amanhã. Concerto brilhante e a entrar directamente para o top 2012 logo aos primeiros dias de Janeiro.

Bruce Springsteen

#8 Bruce Springsteen no Rock in Rio
Um dos maiores de sempre deu mais de três horas de concerto no Parque da Bela Vista. E este bilhete que me caiu do céu à última da hora (estou-te eternamente grata R.) proporcionou-me um serão inesquecível. Enorme lição de rock que não esquecerei tão depressa.

So.ma

Foto por Hugo Rodrigues

#7 Das cinzas dos Madcab nasceram os So.ma
Como diria o outro, fui muito feliz por causa destes senhores este ano. Primeiro, tivemos a enorme honra de terem dado o seu primeiro concerto na nossa festa de aniversário. Depois, lançaram um EP que ouvi vezes sem conta. E por fim, dão as melhores actuações para levantar o astral a qualquer pessoa. Que não deixem a chama apagar em 2013, porque nós tínhamos tantas saudades vossas.

Black Bombaim + Process Of Guilt

#6 Ano de ouro para Portugal quanto há Titans e FAEMIN
Os Black Bombaim e os Process of Guilt que me desculpem por as incluir no mesmo slot, mas os dois discos são tão bons que não consigo pôr um mais acima e outro mais abaixo. E o enorme orgulho que se sente ao ver duas bandas nacionais de que gostamos tanto a chegar tão longe lá fora? É merecido! O ano 2013 espera-se promissor para ambas, já que vão pisar os palcos do mítico Roadburn.

Alt-J

Foto por Hugo Rodrigues

#5 Os Alt-j
Ponho Alt-J em geral porque há três coisas que quero mencionar aqui: a primeira é o disco, um dos melhores do ano, uma lufada de ar fresco no reino da música alternativa (os ventos ingleses quando sopram, trazem sempre boas coisas consigo). A segunda é o lindíssimo concerto que deram no Milhões de Festa, daqueles de fazer arrancar sorrisos e brilho no olhar. A recta final do ano trouxe consigo o merecido reconhecimento no nosso país (ainda me lembro de meio mundo ter ficado a pensar “ALT-J NO MILHÕES? QUE CENA É ESSA?”) e o consequente regresso, desta feita a Lisboa por motivos de Mexefest. Outro dos enormes concertos deste ano, em que o Tivoli acabou por ser demasiado pequeno para acolher todos os que queriam entrar.

Coronado

#4 Coronado
Nutro um enorme carinho pelo colectivo e as suas bandas e acho que pela atitude e postura que têm demonstrado, merecem tudo de bom. Foram outros que me fizeram bastante feliz este ano: ver RA umas quantas vezes (e ouvir o EP outras tantas), dançar ao som de Jibóia (destaco especialmente aquele concerto no Passos Manuel, que foi explosivo), andar com o Frozen Caravels dos Equations no rádio do carro, andar agora com a mixtape em loop, e tantos outros episódios que poderia destacar. Deram-me banda sonora para grandes momentos do meu ano e mal posso esperar pela festa dia 29. Enormes, todos.

Explosions in the Sky

#3 Viajar para ver concertos: Explosions in the Sky e Neurosis
Diz o povo que se não vai a montanha à Cláudia, devia ir a Cláudia à montanha. E assim foi em 2012. Farta de esperar por coisas que nunca acontecem, iniciei o ano em Londres a ver Explosions in the Sky e cumprir um desejo com quase dez anos (marcar tudo para ir e no dia a seguir confirmarem-nos para o Primavera. E desconfirmarem tudo depois a seguir outra vez). Nunca poderei esquecer o arrepio ao primeiro acorde da The Only Moment We Were Alone, um dos momentos mais mágicos de sempre. Tomei-lhe o gosto e decidi fechar o ano na mesma cidade, desta feita a ver Neurosis e foi igualmente maravilhoso.

Radiohead

#2 Radiohead no Alive
Se não soltei uma lágrima neste concerto, andei lá muito perto. Anos à espera para, finalmente, os ter à minha frente, agora com idade e maturidade suficientes para os conseguir apreciar como deve de ser. Foi genial e o público também ajudou muito (não houve palermas a pedir a Creep!). Horas de felicidade.

Milhões de Festa

Foto por Hugo Rodrigues

#1 Os melhores fins de semana são em festivais no Norte: Amplifest e Milhões de Festa
Não consigo dizer que fim de semana foi melhor. Vi excelentes concertos nos dois, passei momentos geniais nos dois. Amigos, música, copos, horas que passam mais depressa do que deviam. Para 2013 reservo já na agenda o regresso a Barcelos no Verão e ao Porto no Outono e reviver tudo de novo: o vinho verde tinto no palco Taina, os panados do Xispes, ou os passeios matinais da Ribeira até Gaia.
À Amplificasom e à Lovers, o meu sentido agradecimento por tornarem cada ano melhor com os concertos que nos oferecem.

Arte-Factos

Webzine portuguesa de divulgação cultural. Notícias, música, cinema, reportagens e críticas. O melhor da cultura num só lugar.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ YouTube