NOS Alive'14: Antevisão

Optimus Alive'14

2014 é um ano de transição para o festival que se celebra em Algés há oito anos. Não em qualidade, que essa está sempre garantida e este ano não é excepção, mas em nome. Com a junção entre a Optimus, patrocinador maior do evento, e a Zon, a dar origem à NOS, o festival ganhou recentemente a denominação NOS Alive e está de regresso ao Passeio Marítimo de Algés nos dias 10, 11 e 12 de Julho.

O cartaz, esse, tal como já foi dito em cima, continua a afirmar o Alive como um dos melhores festivais nacionais e europeus (reconhecido internacionalmente e dono de vários prémios e distinções que o provam), estando até o primeiro dia de evento já esgotado, bem como os passes de três dias.

10 de Julho

Arctic Monkeys

São 55 mil pessoas as que vão marcar presença em Algés neste primeiro dia de festival. E imaginamos que muito se deve não só aos cabeças de cartaz deste dia, os Arctic Monkeys, que regressam a Portugal depois de no ano passado terem passado por outro festival de Verão nacional, como também aos Imagine Dragons, que após muitos pedidos dos fãs e público foram transferidos do Palco Heineken para o Palco NOS, o principal do evento. Mas comecemos pelo início, o primeiro grande destaque do dia vai para a actuação de Noiserv no Palco Heineken. David Santos leva até ao Passeio Marítimo de Algés o seu mais recente álbum “Almost Visible Orchestra”, editado no ano passado. No mesmo palco, há duas esperadas estreias em solo nacional, falamos dos Temples e dos The 1975. Ambos trazem consigo os respectivos álbuns de estreia para apresentar e certamente mostrarão porque são considerados duas das grandes revelações britânicas dos últimos tempos.

É, no entanto, no Palco NOS, que estão os grandes destaques do dia. Para além dos já mencionados Imagine Dragons e Arctic Monkeys (com “AM”, o seu quinto álbum na bagagem), haverá também a actuação dos Interpol, o trio de Nova Iorque que regressa a Portugal no mesmo ano em que irá editar o seu quinto álbum de originais. Uma palavra ainda para o Palco RAW Coreto By G-Star, que recebe os concertos de Sequin e D3O, e para o Palco NOS Clubbing que acolhe o regresso de Jamie xx (metade dos The xx), ao nosso país.

11 de Julho

The Black Keys

Em termos de interesse, é possível que o segundo dia de festival seja aquele que menos atenção reclama para si, sem que isto signifique que não há bastantes pontos a seu favor. Para começar, é o dia em que os The Black Keys regressam a Portugal, agora com um novo álbum, depois da passagem pelo ainda Pavilhão Atlântico em 2012. Antes disso, há MGMT, os The Last Internationale, com a particularidade de agora contarem com o lendário Brad Wilk (Rage Against the Machine e Audioslave) na bateria e o regresso dos The Vicious Five após cinco anos para um concerto especial apenas para se despedirem definitivamente. A fechar, teremos os Buraka Som Sistema num festão gigante, como só eles sabem fazer. Tudo isto no Palco Nos.

Ainda falando em nomes nacionais, há que referir a actuação do super-grupo Keep Razors Sharp no Palco RAW Coreto By G-Star, do concerto dos D’ALVA com Gospel Collective, numa união única e especial, no Palco NOS Clubbing, e ainda, para os mais resistentes, o som de Branko, no mesmo palco. Pelo Palco Heineken há também uma boa oferta, com a estreia dos norte-americanos Parquet Courts no nosso país, a apresentar o seu álbum de estreia “Light Up Gold”, o espectáculo do cantor e compositor britânico Sam Smith, igualmente em estreia por cá, e com a actuação das Au Revoir Simone, estas já bem conhecidas do público português.

12 de Julho

The Libertines

É engraçado que um dos slogans publicitários para o NOS Alive nos diga que este é “o festival onde todos os palcos são palcos principais”. E é engraçado principalmente porque este dia é um belo exemplo disso, se tomarmos o Palco Heineken em atenção, vemos que à semelhança do banco do Benfica do ano passado, qualquer um destes suplentes de luxo podia entrar para a primeira equipa, ou para o palco considerado “principal”, que a qualidade não seria afectada, isto é, como não deixar de destacar nomes como Chet Faker, PAUS, Nicolas Jaar, Daughter, The War On Drugs, Unknown Mortal Orchestra e Cass McCombs? Difícil só mesmo conjugá-los com o talento que vai subir ao Palco NOS, e que começa com os nacionais You Can’t Win, Charlie Brown, passa pela muito aguardada estreia em Portugal dos Foster The People e termina com a actuação dos britânicos The Libertines. E sim, leram bem, a banda de Pete Doherty e Carl Barât reuniu-se para alguns concertos exclusivos e a passagem pelo NOS Alive será um deles.

Queremos também destacar a presença da dupla britânica Drenge, a apresentar o seu registo homónimo de estreia editado no ano passado, dos Gin Party Soundsystem que vão dar tudo e colocar toda a gente a tirar a roupa a meio da tarde, ambos no Palco NOS Clubbing e, ainda, os concertos de JUBA e D’ALVA no Palco RAW Coreto By G-Star.

Info Útil: Transporte
Mais uma vez, e como é habitual nestes casos, o carro é o meio de transporte menos aconselhado para chegar ao festival. Para colmatar essa opção, há várias alternativas já existentes e outras criadas especificamente para estes dias. A nossa sugestão recai em ir de metro até ao Cais do Sodré e aí apanhar qualquer um dos comboios, de forma a sair na estação de Algés. Não se esqueçam de carregar o cartão de viagem/comprar bilhetes com antecedência, de forma a escaparem depois das filas ao final do dia.

Se em vez do metro + comboio preferirem o autocarro/eléctrico, também os há. Através da Carris, podem apanhar o 15E, 723, 729, 750, 751 e 201 (nocturno), todas as informações sobre estas carreiras podem ser encontradas aqui. Pela Vimeca conseguem apanhar o 1, 2, 6, 10, 12, 20 e 114, e consultar todas as informações sobre estes autocarros aqui.

Por último, se tiverem mesmo que utilizar o carro, saibam que o podem deixar no CC Alegro Alfragide e ir de boleia até ao recinto. Estarão 800 lugares de estacionamento exclusivos e gratuitos para os portadores de bilhete para o NOS Alive, durante os 3 dias do festival, e os autocarros descapotáveis que fazem a ligação entre o Alegro e o Passeio Marítimo de Algés estão à disposição para vos dar boleia.

Os autocarros gratuitos funcionam entre as 16h e as 04h, em intervalos de 30 minutos, aproximadamente, e passam pelo Lisboa Camping em ambos os sentidos.

O Alegro Alfragide dispõe ainda de um ponto de venda de bilhetes para o evento, já a funcionar, e nos dias 9 e 10 de Julho funciona também como ponto de troca do Passe de 3 Dias pela pulseira que dará acesso ao recinto ao longo do festival. O ponto de troca funciona entre as 10h e as 23h, junto ao balcão de informações do Alegro.

NOS Alive'14 - Mapa do Recinto

Para informações adicionais, consulta o site oficial. O cartaz na íntegra com horários está disponível aqui. Fica com um mapa do recinto e… diverte-te!

Arte-Factos

Webzine portuguesa de divulgação cultural. Notícias, música, cinema, reportagens e críticas. O melhor da cultura num só lugar.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ YouTube