Músicas da Semana #128

Escolhas dos Imploding Stars:

©Vera Marmelo

©Vera Marmelo

Sensible soccers – 8
Gostamos muito da música deles, fazem um electrónico quase chill. Adoramos ouvi-los e relaxar sem pensar noutras coisas, uma música muito “viajante”, quase que aproximada ao Post que tanto gostamos, por isso deixamos aqui o álbum e não uma música em particular.

Riding Pânico – Parece que perdeste alguém
Dispensam apresentações, uma banda mais que obrigatória para os amantes do Post rock e do alternativo. Desde que me lembro Riding Pânico foi uma grande influência na música que fazemos. Não fugindo à regra este mais recente álbum também está fenomenal. Sem dúvida tem um lugar no nosso top.

Keep Razors Sharp – I see your face
Os KRS são para nós talvez o de mais puro que se faz no Rock n´roll da actualidade. Confessamos que foi como que uma “lufada de ar fresco” ouvir isto e pensar, afinal ainda temos Rock! Esta música em particular, faz-nos viajar bastante e ficamos sempre com vontade de perceber o que vem a seguir. Venham mais como esta!

Dead Combo – A Bunch of meninos
Mais uma banda que dispensa apresentações, senhores do panorama nacional. Os Dead Combo fazem-nos tanto chegar a cenários western como nos levam em viagens intermináveis. Esta música em especial e a reflexão do seu rock característico e intrínseco. Somos ouvintes e apreciadores assíduos do seu trabalho.

The Allstar Project – Not all a Dream
Claro que não podiam faltar nas nossos playlists mais assíduas, são quase uma banda de culto, tentamos, sempre que possível, estar presentes nos seus concertos. Esta música em especial do seu último álbum é super pesada e cheia de sentimento, revemos nestes senhores o post rock que fazemos! Uma das nossas grandes influências. Confessamos que enquanto escrevemos estas linhas, é a música que temos como pano de fundo.

Escolhas de Hugo Rodrigues:

At The Drive-In

At The Drive-In – Invalid Litter Dept.
O “Relationship Of Command” é sem dúvida um dos álbuns que me marcou há muitos muitos anos atrás, quando os dinossauros ainda reinavam na Terra, e ainda hoje me sabe muito bem ouvi-lo. É uma pena que a temática de músicas como esta continuem tão actuais, de uma forma ou de outra.

Pulled Apart By Horses – High Five, Swan Dive, Nose Dive
Lembro-me de ter ouvido vezes sem conta esta música na altura em que saiu o homónimo dos Pulled Apart By Horses, lá para 2010 se não estou em erro, e embora agora já não o faça tão recorrentemente é sempre bom recordar este divertido tema, que tem um excelente vídeo a acompanhá-lo.

The Allstar Project – Yehudi Lights
Infelizmente não consegui estar na passada sexta-feira no Musicbox para rever os The Allstar Project, mas guardo com saudade na memória o concerto na ZDB no início de 2008. Este tema é o meu preferido do Your Reward… A Bullet, talvez mesmo o meu preferido de toda a discografia da banda, e é uma bela viagem pelos caminhos do pós-rock.

Circus Circus – First We Feast, Then We Felony
Almoços de domingo.

Russian Circles – Harper Lewis
Continua a preparação para o concerto de Russian Circles, ainda falta muito para Abril?

Escolhas de Cláudia Andrade:

Christy Moore

Christy Moore – Among the Wicklow Hills
Voltar a Wicklow fez-me voltar a pegar em Christy Moore e no seu toque folk romântico que eu tanto adoro.

Ashcan Orchid – Stolen Ghost Waltz
Já não ouvia Ashcan Orchid há uns tempos. Voltei a pegar nela porque encontrei uma gravação minha a cantar esta Stolen Ghost Waltz. Curiosamente, o resto do álbum nada tem a ver com esta música, acho que é por isso que ela é tão especial.

Darkher – The Kingdom Field
Foi esta semana que ouvi pela primeira vez Darkher, uma bela surpresa para fãs de Chelsea Wolfe e Emma Ruth Rundle.

Peter Broderick – Eyes Closed And Travelling
Esta é uma música que me faz viajar.

José Afonso – Era um Redondo Vocábulo
Ouvi uma versão muito bonita desta música e foi o suficiente para que ela não me saísse mais da cabeça. Das mais belas músicas portuguesas de sempre, de um dos mais belos compositores de sempre.

Escolhas de Cláudia Filipe:

Panda Bear

Panda Bear – Mr. Noah
Nunca liguei a Animal Collective nem a Panda Bear, mas não consigo parar de ouvir o Panda Bear Meets the Grim Reaper. As melodias vocais da Mr. Noah não me saem da cabeça, socorro. Estou muito curiosa com o concerto no Teatro Maria Matos, para ver se a rendição é absoluta ou temporária.

Norberto Lobo – Fornalha
Foi numa igreja escondida no meio do cemitério inglês que vi o Norberto Lobo apresentar o seu mais recente trabalho, Fornalha. O sítio ajudou a tornar a ocasião especial e a mostrar o novo álbum com a grandeza que merece.

Isis – Holy Tears
E se os Isis, os bons, regressassem em 2015? Dá para sonhar alto?

The National – Pink Rabbits
Daqueles álbuns que são a solução sempre que não me apetece ouvir nada.

Boris – Farewell
É só uma pequena homenagem ao Japão e ao Tanaka, que tem salvo o Sporting de boas.

Arte-Factos

Webzine portuguesa de divulgação cultural. Notícias, música, cinema, reportagens e críticas. O melhor da cultura num só lugar.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ YouTube