Músicas da Semana #132

Escolhas de Nelson Graf Reis (We Bless This Mess):

Red City Radio

Red City Radio – Show Me On The Doll Where The Music Touched You
Ainda me lembro quando me mostraram esta música. Estava em Almada a tatuar. O Bernardo Queirós mandou-me esta malha pelo facebook e fiquei logo contagiado pela grande energia desta canção! Ouço todas as semanas. Punk rock puro com um conceito positivo! “When you find yourself in a hole stop digging!”.

Run River North – Growing Up
Esta banda foi-me apresentada pela minha prima Camila na minha viagem ao Brasil. Fiquei perplexo com as músicas de Run River North, mas esta foi a que mais me marcou. “I got my life to love and I’m here to take what’s mine”.

Ignite – Live for Better Days
Esta malha tem uma grande importância na minha vida por causa da grande mensagem que transmite e pela pessoa que me a apresentou também. Basicamente é a “balada” punk mais bonita de sempre! “I wasn’t born a failure, no more living in regrets. Stop feeling sorry for yourself.”.

Frank Turner – Photosynthesis
Ouço esta música muitas vezes, não só por Frank Turner ser um dos meus artistas favoritos, mas também pelo belo refrão que ele nos deixa: “I won’t sit down, I won’t shut up, and most of all I’ll not grow up!” Mais uma boa dose de P.M.A.

The Story So Far – Quicksand
Ouço, também, esta música várias vezes. Lembra-me do verão, sol e de toda a vibe pop punk! Grande banda revelação. Acompanho o trabalho deles!

Escolhas de Cláudia Andrade:

©Antje Taiga Jandrig

©Antje Taiga Jandrig

Hildur Guðnadóttir – Strokur
Ainda não tinha tido oportunidade de ouvir o Saman, foi esta a semana escolhida para lhe pegar. Todo o álbum é apaixonante, a começar logo por esta Strokur que enche o coração de cada vez que ouço o disco. Desejosa que chegue o final de Fevereiro e o tão aguardado concerto com Hauschka.

Isis – Syndic Call
Há músicas e há bandas que ouvimos com o coração – “Is this the next day?”.

Capricorns – Seventh Child of a Seventh Child
Veio-me à memória o concerto de Capricorns de 2007 no grande O Culto Bar e isso levou-me a pegar no River, Bear Your Bones. Estes gajos eram qualquer coisa. Saudades.

Neurosis – My Heart For Deliverance
O Honor Found in Decay foi a minha companhia de viagem de dia dos namorados. Foi bom voltar a ouvi-lo, em especial esta My Heart For Deliverance – “Can’t return my soul to the mountain.”

40 Watt Sun – Restless
Ouvir 40 Watt Sun no Cave 45. Perfeição.

Escolhas de Hugo Rodrigues:

Cave In

Cave In – Rubber and Glue
Lembrança da minha colega de cima, e que boa lembrança. O “Antenna” é um belo disco e a “Rubber and Glue” é um dos seus temas mais directos e dos que mais me ficam no ouvido.

Nick Drake – Pink Moon
Numa viagem às profundezas do meu disco externo recuperei o excelente “Pink Moon” do Nick Drake e não mais o larguei durante a semana. Deixo aqui a faixa homónima para assinalar esse facto.

L’Effondras – Amrha
Os franceses L’Effondras são uma descoberta recente e ainda os estou a assimilar. No entanto, a “Amrha” ficou-me no ouvido e é uma boa viagem pelos campos do pós-rock / rock instrumental.

Moving Mountains – Swing Set
Acho que já disse aqui várias vezes o quanto gosto do disco homónimo dos Moving Mountains e em particular deste tema. Mas volto a fazê-lo, para os mais distraídos.

Svin – Maharaja
Conheci há poucos dias os suecos Svin, através do vídeo desta “Maharaja”, que é um bom cartão de visita para a banda. Fazem-me lembrar por vezes os nossos dUAS sEMI cOLCHEIAS iNVERTIDAS, acho que se iam dar bem.

Arte-Factos

Webzine portuguesa de divulgação cultural. Notícias, música, cinema, reportagens e críticas. O melhor da cultura num só lugar.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ YouTube