Músicas da Semana #136

Escolhas dos Crossed Fire:

Mindlock4

Mindlock – Alchool Ecstasy
Abrimos esta selecção com a banda Algarvia e nossos brothers (os patrões do Algarve). Escolhemos o tema Alchool Ecstasy que faz parte do último álbum “Enemy Of Silence”. Destruição e caos reinam neste tema. Se não conhecem andam a dormir no que diz respeito ao underground nacional.

Switchtense – Right Track
Facada é o que define esta faixa, chapada atrás de chapada, não há paragens para respirar, não há cá rodeios. Letra e instrumental muito fortes.

Burning Man – The Rat
De Viana do Castelo, estes “malucos” que com o seu EP de estreia apresentam um material que em Portugal pouco se vê. As suas passagens entre riffs são brutais.

Kneel – Cloak
Quem disse que só com um bom riff se faz um tema? Aqui nesta música, do início ao fim, és completamente bombardeado com riffs em que sentes que vais ter que chamar o INEM a qualquer momento.

Sons of Misfortune – Dirty Wednesday
Do sul ao norte, regressamos ao Algarve para terminar esta selecção com um projecto com elementos algarvios que na sua essência e abordagem musical faz com que seja muito fácil identificar-nos com este tipo de rock maturo e álcool. Sujo, feio, dá vontade de beber e fumar enquanto sentes o pêlo da venta a crescer.

Escolhas de Hugo Rodrigues:

Dustin Kensrue

Dustin Kensrue – Of Crows and Crowns
No início desta semana foi disponibilizado o vídeo para Of Crows and Crowns, uma das músicas que fazem parte do próximo disco de Dustin Kensrue. Começo a contagem decrescente até Abril com as expectativas em alta.

You.May.Die.In.The.Desert – Monolith
A minha dose de rock instrumental desta semana ficou muitíssimo bem entregue aos You.May.Die.In.The.Desert e ao excelente disco International Waters.

And So I Watch You From Afar – Run Home
Aos poucos começa-se também a conhecer um pouco mais de Heirs, disco que os And So I Watch You From Afar irão editar em Maio. A versão single da Run Home já estava disponível há algum tempo para audição mas, há um par de dias, a banda disponibilizou a versão completa da música.

Escapado – Die Elite Setzt Sich Durch
Safa-me que a música é considerada uma linguagem universal, porque tudo o que sei de alemão foi-me ensinado pelo José Cid e pelos Rammstein.

Pg. 99 – The Lonely Waltz Of Leonard Cohen
Os Pg. 99 fizeram os melhores tipos de documentos.A The Lonely Waltz Of Leonard Cohen sai do #8.

Escolhas de João Neves:

Incubus

Incubus – Absolution Calling
Esta semana saiu mais uma nova música do EP que os Incubus prometem lançar no próximo dia 24, “Trust Fall” (nome tanto do EP como da nova música), mas foi o primeiro avanço para esse mesmo álbum que talvez tenha rodado mais na playlist e decerto na cabeça.

Blur – Go Out
A semana foi mesmo de ouvir coisas novas feitas por bandas já antigas, que melhor e bom exemplo, a nova dos Blur…

Tame Impala – Let It Happen
Os Tame Impala também lançaram algo novo, e algo bom…

Muse – Psycho
Tal como os muito aclamados Muse. Em “Psycho”, pegaram num grande riff que já tocavam há muito ao vivo e que os fazia destruir coisas. Também nomes como os The Wombats (confirmados também para o próximo NOS Alive) e as Warpaint acabaram por lançar músicas novas, mas a lista é apenas de cinco e resolvi deixar um lugar para…

Salto – Mar Inteiro
Sim, deixei um lugar para fazer também referência a algo novo português, a música não foi lançada esta semana, mas o videoclip sim.

Escolhas de Cláudia Andrade:

Marriages

Marriages – Salome
Todas as semanas são semanas de novidades Marriages e ainda bem, mais uma música, mais um loop constante. Ansiosa que chegue Abril para finalmente poder ouvi-lo na integra.

Cult of Luna – Marching to the Hearbeats
O Somewhere Along The Highway é sem dúvida alguma o meu álbum preferido de Cult of Luna e não me canso de o ouvir. Esta semana voltou a estar presente. A “Marching to the Hearbeats” celebrou uma data especial.

Nine Horses – Birds sing for their lives
O Vidro Azul está de volta esta semana às minhas músicas da semana, desta vez com um projecto que junta David Sylvian, o seu irmão Steve Jansen, Burnt Friedman, e nesta Birds sing for their lives, também a bela voz de Stina Nordenstam. Não conhecia o projecto e fiquei encantada, não é dificil quando se trata de David Sylvian.

Pyramids – The Earth Melts Into Red Gashes Like The Mouths Of Whales
Foi esta semana disponibilizado um streaming completo de A Northern Meadow, que tem rodado durante os últimos dias. Álbum que anda entre os Radiohead e Jesu, para fãs de ambos, é sem dúvida um must hear.

Mono – Ashes in the Snow
Sabe bem ouvir uma playlist e ser apanhada de surpresa nesta Ashes in the Snow. Há músicas eternas.

Escolhas de Diogo Soares Silva:

Tobias Jesso Jr.

Tobias Jesso Jr. – Crocodile Tears
5 canções bem dispostas para enfrentar mais um dia enfiado num gabinete? Siga. O nome desta canção de inspiração beatle não antevê nada de bom, mas nunca ouvi nada cuja letra inclua “my babe loves to see me cry” e ao mesmo tempo seja causadora de sorrisos. Acho que é excelente.

Courtney Barnett – An Illustration of Loneliness (Sleepless in NY)
O disco da Courtney Barnett é o meu novo companheiro de viagem casa-trabalho preferido. Até dá gosto andar a pé enquanto ouço a australiana descrever coisas do dia-a-dia que não interessam ao menino Jesus.

Diamond Rugs – Voodoo Doll
Ah, o bom velho rock garageiro. O John McCauley casou, acabou de ser pai e parece estar feliz da vida.

Regula – Langaife (ft. Sam the Kid)
O novo álbum do Regula é uma autêntica fábrica de memes e começa logo com esta pérola, na qual diz que só quer estar montado numa merda nova, rima “drug dealin’” com “chillin’” e convida o Sam the Kid, que resolve largar a tirada-que-parece-impossível-como-nunca-ninguém-tinha-usado-antes, “’tás à nora, Jones?”. Tudo óptimo e com mais piada do que 90% do hip hop americano que vocês idolatram.

Gwen Stefani – The Sweet Escape (ft. Akon)
É um bálsamo enquanto se espera 2min até que o semáforo dos peões fique verde. Mas os grandes malhões são indicados para todas as situações, e, se eu mandasse, tudo o que é noitada em sítios em que o chão fica pegajoso acabava ao som disto.

Escolhas de Cláudia Filipe:

Radiohead

Radiohead – Fake Plastic Trees
O The Bends fez esta semana 20 anos e é nestas alturas que me sinto velha. Não são 20 anos a ouvi-lo porque isso implicaria que tivesse sido demasiado precoce, mas não são muito menos do que isso. A minha música preferida deste álbum são muitas, mas a Fake Plastic Trees foi a que mais sentido me fez esta semana.

Sufjan Stevens – Should Have Known Better
Segundo avanço para o novo álbum de Sufjan Stevens e segundo amor à primeira vez que ouço. Outra para ouvir em loop, tal como aconteceu com a primeira.

Panda Bear – Crosswords
Esta semana fui ver o Panda Bear. Não sou a maior fã do seu trabalho, mas tinha alguma curiosidade em ver como é que a coisa se dava ao vivo. Para além de ter saído de lá meia cega com tantos strobes, não foi um concerto que me tivesse deixado arrebatada ou rendida, mas foi um serão que se passou bem. Faltou a Mr. Noah, claro.

Josh Rouse – Some Days I’m Golden All Night
Músicas bonitas para acompanhar as últimas horas do fim de semana.

Toto – Africa
Enquanto escrevo as músicas da semana recebo a notícia de que o Mike Porcaro, mítico baixista dos Toto, morreu. Aproveito a triste ocasião para relembrar uma das grandes músicas, que imortalizará o trabalho de Porcaro.

Arte-Factos

Webzine portuguesa de divulgação cultural. Notícias, música, cinema, reportagens e críticas. O melhor da cultura num só lugar.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ YouTube