A Floresta das Almas Perdidas em pós-produção

A Floresta das Almas Perdidas em pós-produção

AFlorestadasAlmasPerdidas_CarolinaeRicardo

Em 2011, a produção cinematográfica do Porto viu nascer o projecto Anexo 82, que se dedica à produção de curtas-metragens de ficção, de animação e de documentário. Nesse mesmo ano, o co-fundador José Pedro Lopes foi agraciado com o segundo prémio na competição experimental do Krivoy Rog Film Festival (Ucrânia), pela sua curta-metragem “Survivalismo” – que integrou ainda a selecção oficial de festivais de cinema fantástico como Yubari Fanta (Japão) e Albertoir (Reino Unido).

Depois de se ter afirmado no cinema de curta-duração experimental, a produtora encontra-se a finalizar a sua primeira longa-metragem. “A Floresta das Almas Perdidas” é um filme de terror, mas simultaneamente uma narrativa típica de um «coming of age». Relata o confronto dos protagonistas com a morte e o medo, tendo como pano de fundo os mais belos cenários nacionais: a serra do Caramulo, Porto, Vila do Conde e Águeda.

Em 2016, promete marcar presença no circuito nacional e internacional de festivais de cinema.

Arte-Factos

Webzine portuguesa de divulgação cultural. Notícias, música, cinema, reportagens e críticas. O melhor da cultura num só lugar.

Facebook Twitter LinkedIn Google+ YouTube