Cinema português na Festa do Avante!

Cinema português na Festa do Avante!

10455324_753498978034453_4940361833715958822_n

O Cinema regressa novamente à Festa do Avante, com programação maioritariamente portuguesa, na 5ª edição do CineAvante.

Durante três dias serão exibidos vários filmes de realizadores portugueses, entre ficção e documentário, longas e curtas metragens. Consta ainda da programação do CineAvante deste ano três momentos de evocação: dos 70 anos da vitória sobre o nazi-fascismo, de comemoração do centenário do nascimento de Manuel Guimarães e de homenagem a Manoel de Oliveira, recentemente falecido.

Na programação para 2015, no primeiro fim-de-semana de Setembro, constam no programa: Alentejo, Alentejo, de Sérgio Tréfaut, Pára-me de Repente o Pensamento, de Jorge Pelicano, Os Gatos não têm Vertigens, de António-Pedro Vasconcelos.

Continua a parceria com o Shortcutz Lisboa, componente nacional de um movimento de curtas-metragens em vários países e cidades do mundo (em Lisboa, há sessões todas as terças-feiras, às 22 horas, no espaço O Bom, o Mau e o Vilão).

No âmbito desta parceria serão exibidos no espaço do cinema da Festa do «Avante!» Branco, de Luís Alves; Kora, de Jorge Carvalho; Terra 2084, de Nuno Sá Pessoa e o filme de animação Alda, da autoria de Ana Cardoso, Filipe Fonseca, Liliana Sobreiro e Luís Catalo.

cineavante_vem_ve

Vem e Vê, de Elem Klimov, para muitos o melhor filme alguma vez feito sobre a Segunda Guerra Mundial e particularmente sobre a invasão nazi-fascista da União Soviética, será o filme de evocação dos 70 anos da derrota do nazismo.

Não faltará uma homenagem a Manoel de Oliveira com  dois dos seus filmes, separados por várias décadas: de 1931, Douro, Faina Fluvial, obra neo-realista sobre o trabalho e os trabalhadores das actividades ligadas ao rio; e, de 2014, O Velho do Restelo, um dos seus derradeiros trabalhos.

Fruto de uma parceria com a Cinemateca Portuguesa, o Cineavante exibe o filme Nazaré, de 1952, com argumento de Alves Redol e realização de Manuel Guimarães – no ano em que se cumpre o centenário do nascimento do realizador.

A programação completa pode ser consultada aqui e os bilhetes (Entradas Permanentes) custam 23 euros para os três dias da Festa do Avante!, em compra antecipada até 3 de Setembro.

Lúcia Gomes

Tem opinião sobre tudo.
É uma perigosa subversiva.
Não gosta de Woody Allen nem de governos de direita.
Adora frio e chuva.